Bolsa Bottega Veneta Cabat: História e curiosidades.

Artigos

|

23 de julho de 2019

|

Esqueça qualquer preconceito sobre o aparente sentimento de simplicidade que você pode ter quando ver uma Bolsa Bottega Veneta Cabat. Por trás de sua sutileza e leveza, a Cabat esconde um qualificado trabalho de artesanato. E quando esse trabalho se mistura à sua história, a matéria-prima e design utilizados em sua confecção, beira as qualidades de uma verdadeira obra de arte.

Quer conhecer mais sobre a Bottega Cabat? Continue acompanhando nosso blogpost!

Elegante e discreta. É assim que a própria Bottega Veneta classifica seu modelo mais icônico, a Cabat. Mas há quem supere essa qualificação e chame de “uma obra atemporal” que nunca sairá de moda, um verdadeiro clássico. Suas cores sólidas e a ponderação de detalhes ajudam nesse tom atemporal da peça.

História da Bottega Veneta Cabat

Sua enganosa simplicidade provém possivelmente da história de sua criação.

Foi em 1966 quando  Michele Taddei e Renzo Zengiaro  inauguraram um pequeno, porém promissor negócio na cidade de Vicenza – Itália, que produzia artigos luxuosos em couro, como bolsas, carteiras e cintos.

O nome Bottega Veneta quer dizer “Loja Veneziana”. A cidade de Veneza era conhecida por seus renomados ourives. Veneza possivelmente foi o palco da inspiração do nome da marca que tratava o couro com o mesmo respeito e carinho que os ourives venezianos cuidavam de seus diamantes.

A criação do modelo Cabat veio um pouco depois disso, no final dos anos 60.

O Shape Clean e o estilo Tote (Tote Bag) nasceu bem longe das grandes capitais da moda mundial. A inspiração veio da observação do tipo e modelo das sacolas que banhistas francesas utilizavam nas praias da Riviera Francesa, mais especificamente no sudeste da França. Na conhecida cidade de Saint Tropez.

Espaço e Leveza

Espaço e leveza. Era isso que as banhistas buscavam na escolha  de suas sacolas de praia. E foi isso que a Bottega Veneta incorporou ao modelo Cabat.

Espaço – Tão linda quanto o modelo Roma. Porém, a Cabat é mais espaçosa.

Seu espaço interior é simples, sem divisões, mas seu compartimento único interno da um poder de armazenamento inestimável.

Bolsa Bottega Veneta Cabat

Leveza – Sua leveza vem do material que é fabricada.

A Cabat, assim como a maioria das bolsas da Bottega é feita em couro. Mas um detalhe do tipo de couro e de sua confecção trás uma leveza ímpar para esse modelo.

Dois artesão, por dois dias, manualmente trançam no estilo Fetuti o couro de carneiro, mais suave e leve que o couro de boi. Um deles cuida do trançado, inicia e finaliza, e o outro da o acabamento, costuras e detalhes.

Intrecciato Nappa – Couro Trançado.

Dizem que a marca registrada da Bottega veio de um probleminha técnico no início de sua operação.

Ao que tudo indica, as máquinas que os fundadores compraram para costurar o couro não eram as mais adequadas para a operação.

Elas tinham uma área de costura mais estreita do que o couro que utilizavam necessitava.

Para driblar esse “contratempo”, os primeiros artesãos iniciaram as técnicas de trançar couro, ou Intrecciato Nappa, que hoje é o diferencial da Bottega. 

Confiram o trabalho artístico desses profissionais da Bottega:

Na Cabat esse trançado é duplo!

A Cabat possui um trançado duplo (por dentro e por fora). Com isso, o modelo não possui forro interno, nem o aspecto de camurça.

E na parte superior da bolsa, a parte do Tote, não possui costuras. É um detalhe lindo!

Uma bolsa Apaixonante

Pois bem, depois de conhecer um pouco mais sobre a Cabat, não da vontade de sair caçando uma para chamar de sua?

Como mudamos nossa percepção quando conhecemos e entendemos mais sobre os detalhes de uma peça não é mesmo? O preço passa a ser valor, o valor que elas merecem ter!

Me conta o que achou desse blogpost, você conhecia a história da Cabat? Tem mais infos sobre ela? Quer saber mais sobre outro modelo? Participe!

INSTAGRAM.

Follow @inffino
@2019. Inffino by Projetual