Coco Chanel: 5 criações da estilista que revolucionaram a moda feminina

História da moda

|

31 de agosto de 2021

|

Coco Chanel é uma estilista conhecida, principalmente por ser a fundadora de uma das maiores grifes de luxo do mundo, a Maison Chanel.

Mas, Gabrielle Chanel, carinhosamente chamada de Coco, fez muito mais do que criar uma grife luxuosa que vende bolsas e perfumes.

A estilista deixou um legado incontestável e grandioso para o mundo da moda e mudou a forma como a mulher do século XX se vestia.

Suas criações inspiraram, e ainda inspiram,  milhares de outros estilistas no mundo todo. 

Com o intuito de proporcionar mais conforto ao guarda roupa feminino, Gabrielle revolucionou a moda e criou peças icônicas e escandalizou a sociedade ao incorporar elementos do vestuário masculino às suas coleções. 

Conheça então as 5 principais criações da estilista francesa que mudaram o rumo da moda. 

1. Calças femininas

 Se hoje nós mulheres podemos desfilar com calças por aí, precisamos agradecer a dois estilistas franceses. Em primeiro lugar, a Coco Chanel e em segundo a Yves Saint Laurent, que algumas décadas depois de Coco criou o ” Le Smoking”.

Seja como for, Gabrielle Chanel foi a primeira estilista a adicionar a calça em suas coleções.

Durante muitos anos a calça foi uma peça exclusiva do guarda roupa masculino e mulheres que ousavam usar uma eram presas e proibidas de entrar em alguns lugares.

Coco adicionou a peça ao guarda roupa feminino por considerar a calça muito mais confortável do que as anáguas e espartilhos que as mulheres usavam no início do século XX.

A francesa se inspirou nas calças usadas para praticar hipismo, esporte favorito da estilista.

Coco Chanel: 5 criações da estilista que revolucionaram a moda feminina/ calças
Fonte: Pinterest

2. Bijuterias

Em 1924, Coco lançou uma coleção chamada de Bijouterie fantaisie, “Jóias de fantasia”, coleção esta que incluiu peças feitas com materiais baratos e que imitavam algumas jóias como as pérolas.

Afinal,  até então apenas mulheres ricas usavam colares, brincos etc como acessórios de moda.

As mulheres mais pobres não costumavam usar nenhum tipo de acessório para se enfeitar. Quando muito,  usavam apenas crucifixos que funcionavam apenas como símbolo religioso.

 Foi a partir desta coleção icônica que nasceu o termo bijuteria e a partir daí usar colares, brincos e anéis feitos de materiais baratos e imitando as jóias virou uma febre. 

Coco Chanel: 5 criações da estilista que revolucionaram a moda feminina/ bijuteria
Fonte: Pinterest

3. “The little black dress“, o pretinho básico

Se tem um item que é obrigatório no guarda roupa de qualquer mulher e que independe de estilo, idade ou peso é um vestido preto, o amado pretinho básico.

Mais uma vez, esta peça clássica e atemporal foi introduzida ao guarda roupa feminino graças a Coco Chanel. 

A estilista apareceu pela primeira vez com um destes em 1926, o que foi um grande escândalo na alta sociedade parisiense.

Afinal, o vestido era considerado extremamente curto para os padrões da época.

Além disso, o vestido era básico demais e muito simples. Ele não tinha babados, rendas e outros detalhes que eram considerados femininos e essenciais para as damas.

E por fim, outro motivo para o escândalo do little black dress foi a sua cor. No início do século XX, o preto era usado apenas em enterros, por viúvas e pelas empregadas domésticas.

Assim, a ideia de usar um vestido preto e curto no dia a dia era algo impensado e escandaloso no passado.

Chanel | The Classic Street
Fonte: Pinterest

4. Blazer feminino, o icônico tailleur

Com toda a certeza, uma das criações mais icônicas de Coco Chanel foi o Tailleur, conjunto de roupa composto por uma saia lápis e um blazer.

Mais uma vez, Gabrielle escandaliza a sociedade francesa ao adicionar um item do vestuário masculino ao guarda roupa das mulheres, no caso, o blazer.

O modelo usado por Coco Chanel foi o primeiro modelo de blazer feminino e a estilista se inspirou no estilo das sufragistas para criar a peça. 

Além disso, ao contrário dos vestidos da época que marcavam a cintura graças ao espartilho e tinham saias volumosas e nada práticas, o tailleur foi uma revolução no guarda roupa feminino por apresentar uma saia reta e que a priori, não valorizava as curvas das mulheres.

Apesar disso, o modelo caiu nas graças do público e logo mulheres importantes da época como Jacqueline Kennedy aderiram ao tailleur.

Coco Chanel: 5 criações da estilista que revolucionaram a moda feminina
O tailleur de Coco Chanel. Fonte: Pinterest

5. Bolsa com alça de corrente

O maior objetivo da vida  de Coco era trazer mais conforto e praticidade à moda feminina. Sendo assim, foi por isso que ela adicionou a calça ao guarda roupa feminino e criou o icônico tailleur.

Além disso, Coco também revolucionou a moda feminina quando em fevereiro de 1955, criou a bolsa Reissue, também conhecida como a bolsa 2.55.

A Reissue foi a primeira bolsa feminina com alça longa feita de corrente, o que permitia que as mulheres a carregassem nos ombros.

Afinal, até esta data existiam apenas dois modelos de bolsa; as handbags e as clutchs que só podiam ser carregadas na mão e que não eram assim tão práticas e confortáveis para usar no dia a dia.

Gabriele se inspirou em elementos do hipismo para criar as alças de correntes e também o modelo da bolsa.

Coco Chanel: 5 criações da estilista que revolucionaram a moda feminina
Coco Chanel e a bolsa 2.55, a it bag da maison. Fonte: Pinterest

Enfim, estas são as 5 criações mais icônicas de Coco Chanel que mudaram a moda feminina para sempre.

Confira também todas as nossas peças impecáveis da Chanel e siga a Inffino no Instagram para ficar por dentro de todas as novidades da nossa loja.


Compartilhar

INSTAGRAM.

Follow @inffino.oficial
@2021. Inffino by Projetual