COMO IDENTIFICAR UMA LOUIS VUITTON AUTÊNTICA

Luxo

|

21 de agosto de 2018

|

As bolsas Louis Vuitton têm sido alvo de muitas falsificações por se tratarem de objeto de desejo de muitas pessoas. Alguns modelos podem ser vistos pelas ruas e sem muita atenção, você consegue identificar uma réplica, como o caso do modelo Neverfull.

Vamos abaixo falar algumas formas de identificar uma Louis Vuitton autêntica. São basicamente 4 itens que identificam uma verdadeira Louis Vuitton de uma réplica: o material que ela é feita, os fechos e metais, as costuras e por último o código interno.

Material

O acabamento da maioria das bolsas da marca, principalmente das estampas Monogram e Damier Azur, é de couro natural, que tem sua própria coloração alterada com o passar do tempo e, quanto mais luz recebem, mais escuras ficam – poderíamos fazer uma relação com o bronzeado da nossa pele, por exemplo. Já as réplicas não escurecem com o passar dos anos, pois são feitas de couro sintético ou tingido. Muitas vezes recebem banhos de óleo para que sua cor se assemelhe ao envelhecido autêntico da Louis Vuitton.

As estampas são alinhadas e simétricas, mantendo sempre um eixo como centro e tudo que tem de um lado, tem do outro exatamente na mesma distância.

As costuras também são simétricas e no caso das alças, de ambos os lados possuem o mesmo número de pontos.

Imagem: Infinno

Fechos e Metais:

Todos os metais e fechos da Louis Vuitton carregam o nome ou logomarca. Alguns modelos podem sofrer uma oxidação peculiar da marca, como o caso do modelo Speedy que, com o passar do tempo, zíper, argolas e cadeado deixam de ser dourados brilhantes e passam a ser mais escurecidos para dar um ar vintage à peça.

Os cadeados e chaves que acompanham alguns modelos possuem 3 números que são sempre iguais no conjunto.

Imagem: Infinno

Código Interno:

As bolsas fabricadas antes de 1980 não possuíam códigos. Em 1980, a marca passou a confeccionar suas bolsas com código de apenas 3 números. Uma bolsa com código 874, por exemplo, significava que a bolsa havia sido confeccionada em abril de 1987.

Ao final dos anos 80, a marca passou a fazer códigos de 3 ou 4 números seguidos de 2 letras. Os números indicavam mês e ano de confecção e as letras o país de origem.

Em meados de 1990, a marca passou a iniciar o código com duas letras, que indicavam o país de origem e quatro números, onde o primeiro e terceiro número indicavam o mês e o segundo e quarto o ano de fabricação. Por exemplo, FL0042 significava que o produto foi produzido na França em abril de 2002.

Atualmente o código interno das bolsa Louis Vuitton é composto por 2 letras e 4 números. As letras continuam indicando o país de origem e os números indicam a semana e ano de fabricação. Por exemplo: AH2115 significa que o produto foi produzido na França na vigésima primeira semana de 2015.

Veja abaixo as letras correspondentes aos países de origem:

França: A1, A2, AA, AO, AC, AN, AR, AS, AH, BA, BJ, CT, DU, ET, FL, FR, MB, MI, NO, ND, RA, RI, SD, SL, SN, SP, SR, TH, VI, VR

Estados Unidos: FC, FH, FF, LA, OS, SD

Espanha: CA, LO, LB, LM, LW

Itália: CE, MA, SA

Alemanha: LP

Imagem: Infinno

Compartilhar

INSTAGRAM.

Follow @inffino.oficial
@2019. Inffino by Projetual