Hermès Birkin: a emblemática bolsa mais cara do mundo

Luxo

|

20 de abril de 2020

|

Toda fashionista sonha ou já sonhou em ter uma destas bolsas, e não é à toa. Elas não são apenas funcionais e elegantes. São, na verdade, sinônimo de sofisticação e luxo, glamour e riqueza.

Fabricadas apenas com materiais top de linha, como couro de avestruz ou de crocodilo, e produzidas nas mais diversas cores, como rosa, vermelho, preto, bege ou até na icônica laranja, seguramente uma das que mais requisitadas, as bolsas Hermès Birkin não são fáceis de conseguir: mesmo sendo uma das mais caras do mundo, a fila de espera para conseguir uma junto à Maison é muito, muito longa, podendo chegar a três anos.

Bolsa Birkin

Isso porque o processo para a produção de uma delas é extenso, levando semanas para ser realizado. Ela é praticamente toda feita de forma artesanal. Os artesãos que a produzem são extremamente treinados, e os materiais que a compõem também são muito especiais, seguindo padrões de qualidade rigorosos. Basta citar como exemplo que se um crocodilo tiver sido mordido por outro, seu couro já é recusado para a fabricação da bolsa.

Mas como esse glamoroso produto chegou a ser tão desejado

O ano era 1983. A atriz, cantora e escritora britânica Jane Birkin (alguns dizem que ela foi uma das primeiras it-girls do mundo da moda….), que possuía à época um dos rostos mais procurados pelas grandes marcas para campanhas publicitárias, em um voo comercial da Air France, Paris/Londres, sentou-se ao lado de ninguém menos que Jean-Louis Dumas, CEO e designer do Grupo Hermès.

Jane Birkin

Logo o bate-papo entre os dois corria solto e de repente, não mais que de repente, a bolsa de vime que a atriz sempre carregava consigo (compondo quase todos os seus looks superdescolados) se mexeu no bagageiro, deixando cair de dentro alguns de seus pertences.

Jane queixou-se com o novo amigo como era difícil conseguir bolsas funcionais nas quais coubessem todos os pertences que uma mulher fashion carrega consigo e… voilà: o designer prometeu criar uma bolsa que fosse ao mesmo tempo grande e elegante.

A desejada bolsa laranja da Hermès

Dentre as mais procuradas, a Birkin no tom laranja é sem dúvida hors concours. Mas muitos não sabem que esse tom surgiu na grande Maison absolutamente por acaso.

Em 1945, Émile-Maurice Hermès não conseguia adquirir as tradicionais caixas beges para colocar suas bolsas, porque em tempos de guerra elas eram muito difíceis de encontrar no mercado. Cansado da procura, decidiu utilizar as laranja mesmo. Mal sabia ele que essa cor, que não tem nada de básica, se tornaria uma marca registrada da Maison.

Apesar de a laranja ser a mais procurada, as demais cores também são muito apreciadas pelas fãs da it-bag, dada a dificuldade de conseguir uma. E isso só a torna mais emblemática. Para se ter uma ideia, em 2005 um modelo feito em couro de crocodilo e diamantes foi vendida nos Estados Unidos a U$$ 65 mil, enquanto em 2016 uma outra, Birkin Nilo, também em couro de crocodilo, foi vendida a U$$ 300 mil, por isso é considerada a bolsa mais cara do mundo.

Por isso tudo, 9 em cada 10 celebridades do mundo fashion possuem não uma, mas várias dessas bolsas. Dizem, até, que a atriz que empresta seu nome à bag tem uma coleção delas para toda sua vida!!!

Sobre Jane, inclusive, reza a lenda que ela não tem um contrato com a Maison pelo fato de emprestar seu nome à bolsa, mas que a Hermès todo ano disponibiliza um determinado valor em dinheiro para que a atriz possa dispor para as obras de caridade que costuma ajudar.

Outra curiosidade sobre a atriz é que em 2015 ela chegou a pedir à marca francesa que retirasse seu nome da bolsa, por não concordar com o fato de algumas serem fabricadas com couro de crocodilo, mas acabou voltando atrás em seu pedido, depois que a Hermès deu extensas explicações de como é obtido o couro (sem causar sofrimento ao animal) e também pelo fato de a empresa ter inúmeros compromissos e contratos firmados ao redor do mundo.

E você ? Quer sair dessa fila e adquirir a sua Birkin por um preço mais acessível ? Confira na Inffino a disponibilidade. Veja outro assuntos interessantes também no nosso blog.

Compartilhar

INSTAGRAM.

Follow @inffino.oficial
@2020. Inffino by Projetual