História da Dior: da fundação aos dias de hoje !

História da moda

|

6 de dezembro de 2021

|

Fundada em 16 de dezembro de 1946, a história da Dior conta a trajetória de uma das marcas de luxo mais importantes e caras do mundo. Criada por Christian Dior, a grife é uma das mais desejadas do mundo e tem como fãs celebridades de Holywood e até membros da realeza como a princesa Diana.

Entre bolsas icônicas como a Lady Dior, roupas e perfumes, a grife foi responsável por revolucionar o mundo da moda em 1947 com o “New Look”.

Juventude de Christian Dior

Christian Dior nasceu em 1905 em Granville , uma pequena cidade na costa da Normandia, na França. Sua família era muito rica, graças à sua bem-sucedida empresa de fertilizantes. A família Dior mudou-se para Paris em 1910, onde Christian cresceu. 

Quando menino, ele sempre foi apaixonado por arte e realmente queria se tornar um arquiteto. Mas, seus pais valorizavam uma boa educação e, portanto, sob um pouco de pressão, Christian começou a se formar em ciências políticas. 

Contudo, a paixão pela arte nunca desapareceu e, após a formatura em 1928, Cristian abriu uma pequena galeria de arte com a ajuda financeira de seu pai.

1. Foto da família Dior.  2. Foto de Christian Dior desenhando
Fonte: Wikipédia

Os anos 30 não foram bons para Christian Dior. Após a Grande Depressão, seu irmão e sua mãe faleceram, o negócio de seu pai faliu e assim, ele se viu forçado a fechar sua galeria de arte. 

Vendeu esquetes de moda para casas de alta costura para ganhar algum dinheiro e só em 1937 começou a trabalhar para o estilista Robert Piquet. Infelizmente, o início de sua carreira na moda foi suspenso no início da Segunda Guerra Mundial, pois ele foi convocado para o serviço militar em 1940, onde serviu como oficial. 

Após servir por dois anos ele deixou o exército e assim, teve a oportunidade de trabalhar Pierre Balmain como um dos principais estilistas da casa.

Quando a guerra terminou, a França estava em ruínas, no entanto, isso também significava que havia oportunidades para novos negócios, principalmente no ramo da moda. 

Assim, um amigo de infância de Christian, chamado Marcel Boussac, era dono da empresa de roupas “Phillippe et Gaston”. O negócio não estava indo muito bem depois da guerra e Marcel pediu a Christian para ajudá-lo com os novos projetos. 

Foi aqui que Christian Dior finalmente teve a chance de lançar sua primeira coleção própria.

 História da Dior: Da fundação ao New Look

A Dior criou a empresa em 1946, no mês de dezembro, pouco mais de um ano após o fim da Segunda Guerra Mundial. A sede oficial da empresa ficava na famosa Avenue Montaigne, na cidade de Paris.

La Ligne Corolie ” é o nome da primeira coleção de Christian Dior, lançada em 1947. E mesmo sendo essa a coleção que o tornou mundialmente famoso, poucas pessoas a conhecem por esse nome. Assim,  devido à edição americana da revista “Harper’s Bazaar”, é mundialmente conhecida como o “ New Look ”. 

O New Look foi um grande sucesso, mudou o cenário da moda pós-Segunda Guerra Mundial e consistia na mais fina alfaiataria combinada com tecidos luxuosos. Características como ombros arredondados, cintura marcada e saia cheia em corte A foram claramente revolucionárias nos anos 40.

Os, ainda famosos, looks do "New Look", primeira coleção da Christian Dior.
Alguns dos looks da primeira coleção de Christian Dior conhecida como “New Look” – da  Harpers Bazaar

Assim, a silhueta do New Look marcou toda a década de 50 e revolucionou a moda. 

“É uma verdadeira revolução, querido Cristian! Seus vestidos estão com um visual tão novo! ” – Carmel Snow, ex-editora-chefe da edição americana de “Harper’s Bazaar”, 12 de fevereiro de 1947.

Mundo Das Marcas: CHRISTIAN DIOR

A popularidade instantânea do New Look foi perceptível entre as mulheres de todo o mundo, principalmente nos EUA e na Europa.

Muitos estilos diferentes

Diferente de seu New Look simples e estiloso, a coleção outono de 1948 enfatizava o decote e brincava com os bordados. Em 1949, é lançada uma coleção inspirada na mitologia romana.  Assim, vestidos decorados com pétalas ombré, lantejoulas, strass e pérolas foram vistos nas passarelas. 

Um dos vestidos dessa coleção, o chamado “Junon”, ainda é usado como inspiração para muitas costureiras hoje em dia. 

A década de 1950, novamente, mostrou uma mudança no estilo de Dior que apostou em uma coleção com silhuetas aerodinâmicas e modestas, inspiradas nos smokings masculinos. 

Uma foto mostrando os diferentes estilos de moda da Dior ao longo dos anos.
Alguns dos looks icônicos de Christian Dior. Da esquerda para a direita: O “Traje Bar” da coleção New Look, a coleção 1948 brincou com os bordados e o vestido “Junon” da coleção 1949. – por  DW

História da Dior: a verdadeira mudança

 A verdadeira mudança em seu trabalho foi observada em meados dos anos 50, quando Christian começou a trabalhar com seu novo primeiro assistente, Yves Saint Laurent. Desde então, o estilo da maison tornou-se minimalista, inspirado no guarda-roupa masculino, focado na descontração, lentamente se afastando da linha New Look.

Ainda assim,  as peças clássicas continuaram em alta demanda e faziam muito sucesso.

Curiosidade: a Dior se tornou a primeira grife a lançar acessórios diferentes para suas coleções de roupas. Desse modo, a label foi a primeira a desenhar peças como bolsas, sapatos, cosméticos e perfumes.

Em apenas dez anos, Christian Dior cresceu e se tornou um ícone da moda. Em 4 de março de 1957, ele se tornou o primeiro costureiro a aparecer na capa da revista “Time”. Infelizmente, Christian não conseguiu desfrutar da fama por muito tempo e no mesmo ano ele morreu repentinamente de um ataque cardíaco. 

Todavia, pouco antes de sua morte, ele designou Yves Saint Laurent para ser seu sucessor.

Dior sem Christian

A casa da Dior continuou a ser um sucesso, mesmo após a morte de Christian Dior. Nos últimos 60 anos, a maison teve vários designers criativos, todos trazendo algo diferente para a empresa, enquanto a ajudavam a crescer ainda mais a cada ano. 

Yves Saint Laurent, de 21 anos, ficou com a Dior por dois anos até ser convocado para o exército. Seu sucessor foi Marc Bohan, que trabalhou como designer criativo da grife por 28 anos. 

Marc Bohan continuou a trabalhar com o refinamento e elegância tradicionais que Christian Dior começou.

O empresário e colecionador de arte francês Bernard Arnault comprou a House of Dior em 1984, e Gianfranco Ferré foi anunciado como o novo diretor criativo. Ele desenhou várias coleções que mostraram seu amor pelo barroco. 

Em 1996, o estilista britânico John Galliano foi nomeado diretor de criação. Anteriormente, ele trabalhou para a Givenchy e na Dior recebeu elogios por sua alta costura e coleções de ready-to-wear.

 No entanto, em 2011, John Galliano foi demitido da Dior devido a seus comentários anti-semitas. Como resultado, seu ex-assistente Bill Gaytten assumiu como designer interino por um curto período, antes de ser decidido que Raf Simons seria o novo designer criativo. 

Raf Simmons deixou a Dior depois de apenas três anos, para que pudesse se concentrar em sua própria marca.

Foto de Christian Dior, o fundador da House of Dior, e Maria Grazia Chiuri, a atual diretora de criação
Foto do fundador da Casa Dior; Christian Dior e o atual diretor criativo; Maria Grazia Chiuri – Fonte: Fashionboss

História da Dior: a grife nos dias de hoje

Por pouco mais de meio ano, Dior trabalhou sem diretor de criação, até que a designer italiana Maria Grazia Chiuri foi nomeada em julho de 2016. Maria Grazia Chiuri iniciou sua carreira na Fendi, e anteriormente também trabalhou na Valentino. 

Ela é conhecida por seus belos designs bordados, e seus vestidos podem ser vistos com frequência no tapete vermelho de Hollywood. No pouco tempo que Maria foi diretora de criação, ela já causou um grande impacto na grife, e não apenas na moda.

Maria também usa a passarela como plataforma para defender o empoderamento das mulheres e o feminismo. Sua visão é criar moda trendy compatível com o estilo de vida da mulher moderna. 

Ela vê que cada mulher é única e quer desenhar sua moda em torno dessa ideia. Ela se opõe à imagem da moda apenas para mulheres com corpos superfinos, e espera criar uma moda que seja usável para todas as mulheres, seja qual for seu tamanho!

A Casa da Alta Costura Christian Dior ainda é uma das mais importantes lideranças do mundo da moda. Mesmo com seus muitos diretores criativos diferentes ao longo dos anos, uma coisa permanece a mesma;  a Dior continuará nos surpreendendo com seus designs.

Gostou do artigo?

Então, aproveite e confira também todos os nossos produtos da Dior. Além disso, siga a Inffino no Instagram para ficar por dentro de todas as novidades da nossa loja.

Compartilhar

INSTAGRAM.

Follow @inffino.oficial
@2022. Inffino by Projetual